A eleição de líderes totalitários no século XXI

uma leitura freudiana

  • Monique Marques Longo Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ
Palavras-chave: Narcisismo, Ideal de Eu, Governos Totalitários, Filosofia Política

Resumo

Freud, em 1914, postulou um tipo de escolha de objetos libidinais como apoio ou anaclítico determinado pela semelhança com o pai protetor ou com a mãe que o alimentou. Em 1921, o autor complementou expondo que também as escolhas de líderes que elegemos ao longo de nossas vidas, os quais produzem homogeneidade às massas, são frutos de uma transferência de sentimentos e idealizações àquele que instauramos como Ideal de Eu. Este artigo tem como objetivo traçar um diálogo entre a psicanálise e filósofos políticos visando pensar as vicissitudes psíquicas de sujeitos que elegem líderes de características totalitárias a despeito de toda a ameaça que representam aos sistemas democráticos de governo.

Biografia do Autor

Monique Marques Longo, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ, Rio de Janeiro, RJ

Psicopedagoga. Doutora em Educação pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio). Membro Associado em Formação do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro (CPRJ). Professora Adjunta da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), Rio de Janeiro, RJ, Brasil.

Referências

ADORNO, T. W. The Freudian theory and fascism model. In: Psychoanalysis and the Social Sciences 3, p. 408-433, 1951.
ADORNO, T. W.; HORKHEIMER, M. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Tradução de Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.
ARENDT, H. (1978). A vida do espírito: o pensar, o querer e o julgar. Tradução de Cesar Augusto de Almeida, Antonio Abranches e Helena Martins. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2008.
CROCHÍK, J. L. Preconceito, indivíduo e sociedade. Temas em psicologia. Sociedade Brasileira de Psicologia, n. 3, Ribeirão Preto, SP, p. 47-70, 1996.
______. A ideologia da racionalidade tecnológica e a personalidade narcisista. Tese (Livre-Docência). Instituto de Psicologia da Universidade de São Paulo, 1999.
FREUD, S. (1905). Três ensaios sobre a teoria sexual. Rio de Janeiro: Imago, 2006. (Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, 11).
______. (1911). O caso Schreber. Rio de Janeiro: Imago, 2006. (Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, 12).
______. (1914). Introdução ao narcisismo. Rio de Janeiro: Imago, 2006. (Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, 14).
______. (1921). Psicologia das massas e análise do eu. Rio de Janeiro: Imago, 2006. (Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, 18).
______. (1930). O mal-estar na civilização. Rio de Janeiro: Imago, 1976. (Edição standard brasileira das obras psicológicas completas de Sigmund Freud, 21).
FOUCAULT, M. (1988). A história da sexualidade 1: a vontade de saber. Tradução de Maria Teresa da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro: Edições Graal, 1999.
GOMES, G. A metapsicologia de Freud. São Paulo: Ed Zagodoni, 2017.
GUIMARAES, V. C.; CELES, L. A. M. O psíquico e o social numa perspectiva metapsicológica: o conceito de identificação em Freud. Psicologia: Teoria e Pesquisa, Brasília, v. 23, n 3, 2007.
HOFFMAN, C.; BIRMAN, J. (Orgs.). Psicanalise e política: uma nova leitura do populismo. São Paulo: Instituto Langage, 2018.
JARDIM, E. Hannah Arendt: pensadora da crise e de um novo começo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2011.
PEDROSSIAN, D. R. O mecanismo de identificação: uma análise a partir da teoria freudiana e da teoria crítica da sociedade. Revista Inter Ação, 33 (2), p. 417-422, 2008.
SOUKI, N. A crise da autoridade ao mundo invertido. In: JARDIM E.; BIGNOTTO, N. Hannah Arendt: diálogos, reflexões memórias. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2001.
Publicado
07-08-2019
Como Citar
LONGO, M. A eleição de líderes totalitários no século XXI. Cadernos de Psicanálise (CPRJ), v. 41, n. 40, p. 189-201, 7 ago. 2019.
Seção
Artigos em Tema Livre