As contribuições winnicottianas para a clínica com adolescentes

o caso Patrick e a retomada do processo de amadurecimento na adolescência

  • Luciana Pontes Bichuetti Universidade de Uberaba, Uberaba, MG, Brasil.
Palavras-chave: Winnicott, Caso Patrick, Adolescência, Processo de amadurecimento

Resumo

O objetivo deste artigo é mostrar algumas concepções winnicottianas relativas à clínica com adolescentes. Sabe-se que atualmente tem crescido a demanda por atendimento psicológico de adolescentes para tratamento de diversos distúrbios psíquicos ou difculdades relacionadas a violência, excessivo consumo de álcool e drogas, e suicídio. Uma pergunta ressalta desse cenário: Será possível usar os aspectos favoráveis do setting psicanalítico para ajudar os adolescentes nessa complexa e difícil fase de transição entre a infância e a fase adulta? A partir do tratamento de Patrick serão abordados alguns aspectos do processo de amadurecimento e do processo psicanalítico na fase da adolescência.

Biografia do Autor

Luciana Pontes Bichuetti, Universidade de Uberaba, Uberaba, MG, Brasil.

Doutoranda em Psicologia Clínica/Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), professora da Universidade de Uberaba (UNIUBE).

Referências

ABERASTURY, A. Psicanálise da criança: teoria e técnica. Porto Alegre: Artes Médicas, 1982.
DIAS, E. O. Adolescência e psicose. In: Winnicott e-prints: Revista Internacional de Psicanálise Winnicottiana. v.10, n. 02, São Paulo: DWW editorial, 2015.
LEVISKY, D. Adolescência: reflexões psicanalíticas. 2. ed., São Paulo: Casa do Psicólogo, 1998.
WINNICOTT, D. W. (1953). Tolerância ao sintoma em pediatria: relato de um caso. In: ______. Da pediatria à psicanálise: obras escolhidas. Rio de Janeiro: Imago editora, 2000.
______. (1961). Adolescência: lutando contra a depressão. In: ______. A família e o desenvolvimento do indivíduo. Belo Horizonte: Interlivros, 1980.
______. (1961a). A luta para superar depressões. In: ______. Privação e delinquência. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
______. (1963). Da dependência à independência no desenvolvimento do indivíduo. In: ______. O ambiente e os processos de maturação: estudos sobre a teoria do desenvolvimento emocional. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1983.
______. (1964). Deduções a partir de uma entrevista terapêutica com uma adolescente. In: ______. Explorações psicanalíticas: D. W. Winnicott. Porto Alegre: Editora Artes Médicas Sul, 1994.
______. (1965). Um caso de psiquiatria infantil que ilustra uma reação retardada à perda. In: ______. Explorações psicanalíticas: D. W. Winnicott. Porto Alegre: Editora Artes Médicas Sul, 1994.
______. (1965a). O valor da consulta terapêutica. In: ______. Exploraçõs psicanalíticas: D. W. Winnicott. Porto Alegre: Editora Artes Médicas Sul, 1994.
______. (1967). O conceito de indivíduo saudável. In: ______. Tudo começa em casa. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
______. (1968). O Jogo do rabisco [Squiggle Game]. In: ______. Explorações psicanalíticas: D. W. Winnicott. Porto Alegre: Editora Artes Médicas Sul, 1994.
______. (1968c). A imaturidade do adolescente. In: ______. Tudo começa em casa. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1999, p. 145-163.
______. (1970). Individuação. In: ______. Explorações psicanalíticas: D. W. Winnicott. Porto Alegre: Editora Artes Médicas Sul, 1994.
______. O brincar e a realidade. Rio de Janeiro: Imago editora, 1975.
______. A família e o desenvolvimento do indivíduo. Belo Horizonte: Interlivros, 1980.
______. O ambiente e os processos de maturação: estudos sobre a teoria do desenvolvimento emocional. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1983.
______. Consultas terapêuticas em psiquiatria infantil. Rio de Janeiro: Imago editora, 1984.
______. Explorações psicanalíticas: D. W. Winnicott. Porto Alegre: Ed. Artes Médicas Sul, 1994.
______. Tudo começa em casa. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
______. Da pediatria à psicanálise: obras escolhidas. Rio de Janeiro: Imago editora, 2000.
______. Privação e Delinquência. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
Publicado
28-11-2018
Como Citar
BICHUETTI, L. As contribuições winnicottianas para a clínica com adolescentes. Cadernos de Psicanálise (CPRJ), v. 40, n. 39 jul/dez, p. 67-90, 28 nov. 2018.