Os Tempos em análise (Ideias a partir da psicanálise e da prática psicanalítica)

  • Luís Claudio Figueiredo Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP, São Paulo, SP, Brasil.
Palavras-chave: Tempo em análise, André Green, Heterocronia, Escuta, Wilfred Bion

Resumo

A noção de heterocronia proposta por André Green para falar do tempo em psicanálise é retomada, discutida e ampliada nesta breve comunicação. Nosso principal objetivo, contudo, será o de aprofundar sua compreensão nas temporalidades incidentes nas práticas psicanalíticas, nas escutas e intervenções analíticas em uma sessão; para tanto recorreremos a ideias do psicanalista Wilfred R. Bion, em especial as expressas no seu livro Attention and Interpretation. Alguns filósofos contemporâneos nos acompanharão a uma certa distância ao longo do percurso. Mas nossas fontes serão sempre teorias e práticas da psicanálise.

Biografia do Autor

Luís Claudio Figueiredo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP, São Paulo, SP, Brasil.

Psicanalista, Membro Efetivo do Círculo Psicanalítico do Rio de Janeiro (CPRJ). Professor aposentado da Universidade de São Paulo (USP). Professor da Pós-Graduação em Psicologia Clínica da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), São Paulo, SP, Brasil.

Referências

BION, W. R. Attention and interpretation. A scientifc approach to insight in psychoanalysis and groups. London: Tavistock, 1971.

FIGUEIREDO, L. C. et al. Adoecimentos psíquicos e estratégias de cura. São Paulo: Blucher, 2018.

FREUD, S. “Carta de 6 de dezembro de 1896, Carta 52”. In: MASSON, J. M. (Org.) A correspondência completa de Sigmund Freud para Wilhelm Fliess (1887- 1904). Rio de Janeiro: Imago, 1985.

GADAMER, H. Verdade e método. Traços fundamentais da hermenêutica filosófica. Petrópolis: Ed. Vozes, 1986.

GREEN, A. Le temps éclaté. Paris: Editions de Minuit, 2002.

______. Time in psychoanalysis. Some contradictory aspects. New York: Free Association, 2002a.

HEIDEGGER, M. Le principe de raison. Paris: Gallimard, 1957.

______. “Sérénité”. Questions IV. Paris: Gallimard, 1959.

Publicado
06-08-2019
Como Citar
FIGUEIREDO, L. Os Tempos em análise (Ideias a partir da psicanálise e da prática psicanalítica). Cadernos de Psicanálise (CPRJ), v. 41, n. 40, p. 21-34, 6 ago. 2019.
Seção
Artigos Temáticos