Formalização e clínica psicanalítica

a estrutura, o significante e o sujeito

  • Hudson Vieira Andrade Universidade Federal de Alagoas - UFAL, Maceió, AL
  • Charles Lang Universidade Federal de Alagoas - UFAL, Maceió, AL
Palavras-chave: Psicanálise, Lacan, Estrutura, Significante, Sujeito

Resumo

Este artigo visa explorar o modelo de formalização da clínica psicanalítica, presente na teoria lacaniana, por meio dos conceitos de estrutura, significante e sujeito. Assim como qualquer língua possui sua sintaxe, o encadeamento entre os significantes pressupõe uma estrutura que estabelece seu sistema de regras. Através da articulação entre os significantes, um saber é produzido, permitindo supor que ali houve emergência de sujeito. Nosso propósito é o de fazer uma leitura dos conceitos de estrutura, significante e sujeito de forma indissociada, pretendendo, com isso, esclarecer o modelo de formalização da clínica psicanalítica proposto por Jacques Lacan.

Biografia do Autor

Hudson Vieira Andrade, Universidade Federal de Alagoas - UFAL, Maceió, AL

Membro aderente da Apertura Para Otro Lacan (APOLa). Graduado em Psicologia pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, AL, Brasil.

Charles Lang, Universidade Federal de Alagoas - UFAL, Maceió, AL

Doutor em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). Professor Associado Nível III da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Maceió, AL, Brasil.

Publicado
06-08-2019
Como Citar
ANDRADE, H.; LANG, C. Formalização e clínica psicanalítica. Cadernos de Psicanálise (CPRJ), v. 41, n. 40, p. 99-119, 6 ago. 2019.
Seção
Artigos em Tema Livre